sexta-feira, 13 de maio de 2011

Inventos de Alberto Santos=Dumont


read this article in English

Santos=Dumont tinha uma linha bem definida de raciocínio, Atacou o mais leve do que o Ar e evoluiu passo a passo até o mais pesado que o Ar, e por fim iniciou seus estudos no vôo individual e ornitóptero, “É que o inventor, como a natureza de Lineu, não faz saltos: progride de manso, evolui. Comecei por fazer-me bom piloto de balão livre e só depois ataquei o problema da dirigibilidade. Fiz-me bom aeronauta no manejo dos meus dirigíveis, durante muitos anos estudei a fundo o motor a petróleo e só quando verifiquei que seu estado de perfeição era bastante para fazer voar, ataquei o problema do mais pesado que o ar”. A seguir veja a lista de inventos de Santos=Dumont por ordem cronológica.

O MAIS LEVE QUE O AR

- Brasil – Menor balão cativo já criado – com envergadura de 6 metros de diâmetro, cubagem de 113 m3, peso 27,5 kg.
Primeiro vôo feito no dia 04 de junho de 1898;



-L’Amérique – Foi construído em 1898, levava a bicicleta do aviador para que este pudesse voltar do local de onde havia pousado – com envergadura de 9,8 metros de diâmetro, cubagem de 500 m3;



-Dirigível Numero 1 – Dispensou camisa e prendeu cordas diretamente no invólucro, sofreu quedas nos dias 18 de setembro e 20 de setembro de 1898 devido a facilidade que o invólucro tinha de se dobrar.
Com 25 metros de comprimento de ponta a ponta do invólucro, diâmetro de 3,5m na parte mais larga do invólucro, cubagem 186m3, Motor De Dion Boutton modificado com 2 cilindros sobrepostos, que atingia 3,5 cavalos de força e hélices de 50 cm de cumprimento de pá a pá;



Dirigível S=D Numero 1


-Dirigível Numero 2 – Fez modificações no leme que tornou-se mais funcional, caiu em 11 de junho de 1899 novamente por conta da de dobra do invólucro (veja http://santosdumontvida.blogspot.com/2008/03/comeo-da-vida-de-inventor.html ). Aumentou o tamanho do invólucro para 26,5 metros de comprimento, 3,8 metros de diâmetro na parte mais larga do invólucro, cubagem de 200m3, usou o mesmo motor De Dion Boutton modificado, agora com ajustes atingia 4,5 cv e hélices de 50 cm de cumprimento de pá a pá;



-Dirigível Numero 3 – Depois das diversas quedas pela dobradura do invólucro resolveu o problema com o desenho do “vesica piscis” aumentando a curvatura e reduzindo o comprimento, voou pela primeira vez em 13 de novembro de 1899 e realizou diversos vôos sobre Paris (veja http://santosdumontvida.blogspot.com/2010/05/o-primeiro-voo-bem-sucedido-de.html ). Com 20m metros de comprimento, 7,5 metros de diâmetro na parte mais bojuda do invólucro, cubagem de 500m3, usava o mesmo motor De Dion Boutton de 4,5cv e hélices de 50 cm de cumprimento de pá a pá;



-Dirigível Numero 4 – Primeiro vôo no dia 08 de agosto de 1900, ao contrario do que muitos acreditam as rodas não eram trens de pouso e serviam apenas para tirar a aeronave do hangar, utilizava lastro de água (veja http://santosdumontvida.blogspot.com/2008/03/o-premio-deutsch.html ). Com 29 metros de comprimento, S=D sentava-se perigosamente num selim preso a uma cana de Bambu, 5,6 metros de diâmetro na parte mais bojuda do invólucro, cubagem de 420m3, utilizava um motor Buchet de 2 cilindros com 7 cv, e tinha hélice com 4 metros de diâmetro;



Dirigível S=D numero 4


-Dirigível Numero 5 – Primeiro dirigível com o design do ganhador do Premio Deutsch, primeiro Vôo em 12 de julho de 1901, no dia 13 de julho de 1901 voou 11km em 40 minutos, foi destruído no clássico acidente de 08 de agosto de 1901 ( veja http://santosdumontvida.blogspot.com/2010/09/desvendando-o-acidente-de-08-de-agosto.html ). 34 metros de comprimento, 6,5m de diâmetro na parte mais bojuda do invólucro, 500m3 de cubagem, Motor Buchet de 4 cilindros com 20cv com hélices de 4 metros;



-Dirigível Numero 6 – Primeiro vôo no dia 06 de setembro de 1901, S=D fez modificações no leme, Conquistou o premio Deutsch em 19 de outubro de 1901, foi destruído em Mônaco no acidente de 14 de fevereiro de 1902 (veja http://santosdumontvida.blogspot.com/2009/03/curta-temporada-de-santosdumont-com-o.html ).


33 m de comprimento, 6m de diâmetro no invólucro, 622m3 de cubagem, Motor Buchet de 4 cilindros com radiador exposto com 20cv, hélices de 4m;



-Dirigível Numero 7 – Primeiro vôo em 16 de junho de 1904, destruído no dia 26 de junho de 1904 em St Louis – USA (supostamente por sabotagem). 49m de comprimento, 7 metros de diâmetro no invólucro, 1.257m3 de cubagem, Usava um motor Clement Bayard de 60cv, contava com 2 hélices na proa e na poupa com 4 m cada;



-Dirigível Numero 8 – Replica exata do Numero 6 vendida para o Diretor do Aeroclub da America, Mr Boyce (USA), ao contrario do que e tido como um mito, o numero oito foi de fato construído. Foi destruído numa queda em seu primeiro vôo nos arredores de New York em setembro de 1902.



-Dirigível Numero 9 “La Balladeuse” (a charrete) – Fez seu primeiro vôo no dia 07 de junho de 1903 também foi vendido ao Mr. Boyce, com ele S=D realizou diversos vôos individuais metropolitanos em Paris (veja http://santosdumontvida.blogspot.com/2008/04/depois-do-prmio-deutche.html ). Com 12m de comprimento, 5,5m de diâmetro, 220m de cubagem, com um motor Clement Bayard de 2 cilidros com 3cv, hélice com 2,8m de ponta a ponta;




Clique na imágem acima para ver como Santos=Dumont fazia subir e descer o Santos=Dumont No 9



Clique na imágem acima para ver os controles de direcionamento do Dirigível Santos=Dumont No 9

-Dirigível Numero 10 “Lo Omnibus” – Voou preso ao solo no dia 18 de outubro de 1903. Com 48 metros de comprimento, 8,5m de diâmetro no invólucro, cubagem de 2.010, funcionava com um motor Clement Bayard de 4 cilindros, potencia de 46cv para movimentar 2 hélices de 3m;




Dirigivel Santos=Dumont Número 10 - “Lo Omnibus” 

-Projeto de Aeroplano Numero 11 – Projeto de avião monoplano com base no planador de Cayley, não foi construído;



-Projeto de Helicóptero Numero 12 - Nunca foi terminado, parte da estrutura de instalação do motor já estava pronta. Contava com duas hélices de sustentação de 4 metros e hélice de tração de 2m de diâmetro, nas fotos o helicóptero aparece ao lado de um motor Antoniette de 8 cilindros de 50 cv;



-Numero 13 - (perigoso) Misto de Balão a ar quente e Dirigível com Hidrogênio – Tentativa de S=D de conseguir maior autonomia, felizmente foi destruído no hangar durante uma tempestade no dia 29 de dezembro de 1904 antes de ser testado. 19 metros de comprimento, 14,5 m de diâmetro, cubagens de 1902 m3 de Hidrogênio e 750 m3 de ar;



-Dirigível Numero 14 – O invólucro em forma de lança não se mostrou muito estável com risco de dobrar-se como ocorrido com o numero 1 e 2, primeiro vôo 12 de junho de 1905. Com 41 metros de comprimento, 3,4 m de diâmetro, cubagem de 186m3, pesava 150 kg, e funcionava com um motor Peugeot de 2 cv;



-Dirigível Numero 14 modificado – O invólucro foi modificado para 20 metros de comprimento, 6m de diâmetro e cubagem de 200 m3;



-Dirigível Numero 14 com o 14 acoplado –


Clique na imagem acima para ver como o aeroplano 14 bis conjugado com o dirigível numero 14 era instável

Hibrido de avião de asas Hargrave com balão acoplado para testes que levarão ao vôo do mais pesado que o ar. Testes realizados nos dias 21, 22 e 23 de de julho de 1906;





-Les Deux Ameriques – Balão esférico com duas hélices horizontais para substituir o uso de lastros, construído para participar da Taça Gordon-Bennett em 30 de setembro de 1906 com partida na place de la Concorde-Paris. Com16 metros de comprimento e 2150 m3 de cubagem utilizava um motor Dion de 6 cavalos para movimentar duas helices;




O MAIS PESADO QUE O AR

-Aeroplano 14 Bis – Construído em 1906, Fez um pequeno vôo no Campo de Bagatelle no dia 04 de setembro de 1906, voou de 7 a 8 metros no dia 13 de setembro de 1906, conquistou a taça Archdeacon no dia 23 de outubro de 1906 com um vôo de 60 metros a 3 metros de altura, voou 220m no dia 12 de novembro de 1906 a 6 metros de altura e ganhou o premio Aeroclub da França – FOI O PRIMEIRO VOO HOMOLOGADO DA HISTORIA DA AVIAÇÃO, Destruído em SaintCyr em 04 de abril de 1907.
9,6 metros de comprimento, 11,46 metros de envergadura, 290 kg, motor Antoniette de 50 cv movia uma hélice de 2m, era acionado por um dispositivo de partida especialmente encaixado à hélice (veja foto).








- Aeroplano Numero 15 – construído em compensado de madeira, teve ensaios nos dias 21, 24 2 27 de Março de 1907, era muito instável para voar.
Com 6 m de comprimento, 11 m de envergadura, 325 kg, movido com um motor Antoniette de 50 cv, uma única roda servia como trem de pouso;




- Numero 16 – Hibrido de aeroplano com dirigível - Aparelho tão pesado quanto o ar, um invólucro de hidrogênio anulava o peso de um aeroplano, primeira apresentação em 04 de junho de 1907, tentativa de vôo sem sucesso principal queda em 18 de junho de 1907. Invólucro com 21 metros de comprimento, 3 m de diâmetro, cubagem de 99 m3, motor Antoniette de 8 cilindros de 50 cavalos;



- Numero 16 modificado – Hibrido de aeroplano bimotor com dirigível – a modificação foi a colocação de dois motores de 6 cv cada em uma estrutura especial, testado depois do acidente de 18 de junho de 1907 com objetivo de testar mais recursos para o "mais pesado que o ar";



- Numero 17 aeroplano (La Sauterelle) “o gafanhoto” – versão aprimorada do numero 15 finalizado em setembro de 1907, não chegou a ser testado. Com 7 m de comprimento, 12,4 m de envergadura, 320 kg, tinha uma motor Antoniette de 16 cilindros com 100 cv de potencia, hélice tripa com 2,10 m;



- Numero 18 - hidroplanador (L'hydroglisseur – veja http://santosdumontvida.blogspot.com/2008/10/uma-aposta-cria-o-numero-18-le-hydro.html ) possuía asas e leme submersos com objetivo de testar a hidrodinâmica adernou em todos os testes, (veja http://santosdumontvida.blogspot.com/2008/10/uma-aposta-cria-o-numero-18-le-hydro.html ) testes feitos no mês de outubro de 1907 no rio Sena;
Tinha 8 m de comprimento, 6 m de envergadura, com um motor Antoniette de 16 cilindros de 100 cv, movimentava a mesma tripa do numero 17;




- Aeroplano Numero 19 - “La Demoiselle” – Construído em 1907, fez vôos em St-Cyr e Issy-les- Moulineaux nos dias 16 ,17 e 21 de novembro de 1907. Tinha 8 metros de comprimento, 5,1 metros de envergadura, pesava 180 kg e era acionado por um motor Dutheil & Chalmers de 2 cilindros de 19 cv. Testes realizados também com um Darracq de 30 cavalos. Foi testada uma versão do Numero 19 chamado de 19 Bis, com motor Antonette de 8 cilindros que chegou a pesar 180 kg, não voou;



- Aeroplano Numero 20 - “La Demoiselle” – Primeiro vôo no dia 01 de Março de 1909 em St Cyr, bateu recorde de distancia necessária para decolagem no dia 16 de setembro de 1909, no dia 17 de setembro daquele ano voou até o castelo de Wideville, tinha 5,55 metros de comprimento, e 5,50 metros de envergadura, 115 kg, fez testes com diversos motores, entre estes, Dutheil & Chalmers, Darracq, Clement Bayard, etc;


2 comentários:

google disse...

adorei esse site para minha pesquisa

Luiz Pagano disse...

Que bom agradeço sua participação! Assim como Santos=Dumont fez este é um site livre, toda informação é colocada gratuitamente com o unico proposito de propocionar o interesse científico e histórico.
Desejo a todos uma excelente experiencia neste blog.